domingo, 3 de maio de 2009

Unicidade



O Primeiro-Ministro, José Sócrates, apoia a candidatura de Durão Barroso a Presidente da Comissão Europeia.

O candidato da PS às Eleições Europeias, Vital Moreira, disse ao Público há três dias que quer mudar a "hegemonia de direita" na UE liderada por Durão Barroso.

Resulta daqui uma contradição insanável.

Na hegemonia, as pessoas conversam.

Na unicidade, dão-se tabefes.

4 comentários:

bilaxa disse...

Cuidado. Comentários desses mostram claramente que o seu autor é um perigoso militante da campanha negra contra o PS!
Mais um bocadinho e vai ser processado...

Luis Melo disse...

A incoerência, a hipocrisia... enfim, e outros adjectivos mais... caracterizam a acção política do PS e de José Sócrates

Ricardo Alves Gomes disse...

E não será insanável contradição "dar uns tabefes" à unicidade mas "piar fino" sobre/sob a hegemonia?

Eugénia de Vasconcellos disse...

Cara Sofia,

As contradições não são para sanar, mas para ir integrando heterogeneamente. Os corpos feitos de múltiplos não precisam da simetria que um só corpo precisa.

(Não, eu não sou sou do PS. Nem apoio Durão Barroso.)

Cumprimentos,
EV