quarta-feira, 13 de maio de 2009

É bom ter a quem olhar

«Modelo de príncipes, exemplo de senhores, espelho de contemplativos és tu, bem aventurado Nuno! Tu foste firme e forte em combate, tu foste comedido e apiedado na vitória, tu foste justo e misericordioso na paz, tu foste obediente e devoto no claustro. Assim como em toda a situação sempre te comportaste com dignidade e brio e como nos teus dias de vida alcançaste honra e glória assim também alcançaste no céu a eterna bem-aventurança».

Oração composta pelo Infante D. Pedro, citada pelo seu irmão o Rei D. Duarte em documento escrito em 21 de Julho de 1437, em latim.

10 comentários:

Anónimo disse...

È verdade. "Quem serve o comum não serve a nenhum" dizia, entre outras pérolas de sabedoria que deveriam (deveriam, mas na práctica...)inspirar os nossos políticos e servidores públicos, o nosso glorioso santo condestável.


Hoje, na maior crise -a vários níveis- que os portugueses e Portugal jamais enfrentou na sua História, peçamos a S. Nuno que interceda por nós!

Com os melhores cumpts.,
CCI

Anónimo disse...

Chamo a atenção da monárquica Inez para a imagem do post: não é D. Nuno, mas D. João II.

joão wemans disse...

Sair a terreiro para se espalhar é inglório...
Esta estátua representa o Santo Condestável e tem como pano de fundo o mosteiro da Batalha (de Santa Maria da Vitória se bem me lembro).
D. João II não teve nada a ver com esta história.

Luis Melo disse...

Números pornográficos

A JP Sá Couto ganhou a liderança do mercado nacional de portáteis no primeiro trimestre de 2009 em virtude das vendas do portátil Magalhães. Neste período, a empresa portuguesa apresentou um crescimento de 3.311,4% face ao mesmo período de 2008, o que correspondeu a 212 mil unidades vendidas.

São simplesmente pornográficos os números obtidos pela JP Sá Couto (empresa que devia dinheiro ao estado). Um crescimento de 3.300 % !!! Quando todas as outras empresas concorrentes estão com imensas dificuldades, esta empresa amiga do governo, tem resultados destes. Numa altura de crise, não seria melhor dividir "o mal" pelas aldeias? Para Sócrates (o delegado comercial de vendas da Microsoft) não.

Gonçalo Pistacchini Moita disse...

Inês, tive a sorte de poder escrever um pequeno artigo para um livro que há-de ser lançado em Julho sobre Nun´Álvares e assim ficar a conhecer e a perceber um pouco melhor esta figura. Recomendo, talvez mais do que todos, o livro de Oliveira Martins sobre o agora São Nuno de Santa Maria.
É pena, no entanto, que a opotunidade se vá perdendo e que a alegria da festa religiosa não transborde para este Portugal perdido, que parece não querer aproveitar esta ocasião para se lembrar deste seu herói - talvez o maior de todos - e, por essa via, lembrar-se também de si mesmo. Porque um herói sem povo é um louco; e um povo sem herói é só sombra.

Inez Dentinho disse...

Agradeço os comentários e espero, com interesse, pelo livro em que Gonçalo Moita colaborou. Estou a ler, pela primeira vez, a «Vida de Nun'Álvares», de Oliveira Martins, e recomendo. Para além de muito bem escrito, é ilariante.

Anónimo disse...

Tb. tenho o livro do Oliveira Martins ( e tenho tb. um outro muito interessante que recomendo, "Eu, Nuno Àlvares" romance autobiográfico, ed. da Europa_América, de Teresa Bernardino ). Naquele livro de facto o camarada Oliveira Martins foi de facto muito interessante, hilariante ( tem H) nalguns excertos, concordo.

Melhores cumpts.,
CCInez

joão wemans disse...

Também li, na minha juventude, o Oliveira Martins.
Sei de um outro livro sobre Nun'Álvares, do Henrique Barrilaro Ruas, que me tem sido recomendado.

Anónimo disse...

A estátua da imagem não é de D. Nuno nem de D. João II. É do Mestre de Aviz, D. João I, que mandou construir o mosteiro - o Mosteiro de Santa Maria da Vitória. A estátua do condestável está no interior do mosteiro.

João disse...

Não se percebe a insistência no erro...
Esta estátua equestre de Nun'Àlvares é da autoria de Leopoldo de Almeida e está junto ao Mosteiro da Batalha desde 1968. Julgo que tinha sido pensada para o tôpo do Parque Eduardo VII.