sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Diz que é uma espécie de submundo

António Costa trouxe ontem à colação a blogosfera. Foi na Quadratura do Círculo. Que a blogosfera era um " Submundo", animado por pessoas que se refugiam no anonimato para darem azo à azia que as consome, gente sem nome nem rosto, que dislata, lança boatos, destilando mal e inveja, mafiosos, malandros, cobardes.

Verdade seja dita, Lobo Xavier, torceu o nariz à expressão "Submundo", disse que a blogosfera até tinha interesse sociológico, que lá ía ver o que as pessoas pensavam e tal, aferir certos factos e conferir argumentos.

Pacheco Pereira disse que 99% era lixo, que havia 1% que prestava. Que ninguém lia livros, nem via filmes, que eram uns invejosos, medíocres, intelectuais de meia-tijela. Disse que as caixas de comentários eram lixo.

Remata António Costa com a proporção, que se afinal são 99% contra 1%, talvez de devam tomar medidas. Eu acho que se devem tomar medidas.

Eu sugiro algumas:

Primeira: se O Geração de 60 achar bem, convidamo-los para o nosso próximo jantar, na condição de observadores, ou seja, não dão palpites nem bitaites.

Segunda: Podem pagar o jantar, para aliviarem a culpa ( relativamente à parte das caixas de comentários).

Terceira: No programa subsequente, falam muito bem deste blog, dando o dito por não dito.

Que tal?

1 comentários:

Sónia Duarte disse...

Subscrevo e apoio as medidas desde já avançadas; acho que o pagamento do jantar (de preferência em restaurante "estrelado" Michelin)deverá englobar os autores do blog e os que deixam os seus contributos nas caixas de comentários. For what is worth, leio livros, vejo filmes, vou ao teatro e assisto a concertos; este é o meu MUNDO. Quanto aos traços de carácter, não me revejo neles. Tenho um nome e um rosto, razão pela qual assino os meus comentários. Todos temos direito a manifestar a nossa opinião sem sermos arrogantes; lamentavelmente a arrogância tomou conta da Quadratura do Círculo de ontem.