domingo, 22 de fevereiro de 2009

Manifesto patriótico anti-burguês



Aqui vão 13 para o Manifesto em resposta ao Manuel.
Soa a antigo. Mas a actualidade - nas ideias e nos hábitos - deixou-se aburguesar de tal maneira que torna difícil o aggiornamento do manifesto. Acrescentem e zurzam.

1 - Recusar os espanhóis
2 - Calar ao som da guitarra
3 - Achar consolo poético
5 - Não dar nome aos sentimentos
6 - Gostar da causa perdida
7 - Perdoar o toiro abraçado
8 - Gostar de azeite há mais tempo
9 - Usar o encanto escondido
10 - Partir com saudade
11 - Mestiçar
12 - Rezar em andamento
13 - Rir da vaidade

5 comentários:

Táxi Pluvioso disse...

Manel, o Carnaval não me diz nada mas isto eu compro. Lava-lhe a perna esquerda, no entanto.

JB disse...

- ter saudade ao som da guitarra
- regressar com esperança
- ser peregrino sempre
- abraçar o despojamento
- ver mais além.

Parabéns pelo texto, que gerou um comentário menor.

Inez Dentinho disse...

Comentário maior. Obrigada.

Manuel S. Fonseca disse...

Inês, para já gosto do número 13. Foi, entre outras coisas, o do Eusébio em 66. E não acrescento nem zurzo. Por uma razão, é que estou de acordo com 12 pontos deste Manifesto. Sobra um, estimo-o, mesmo que não pratique.
Quanto ao comentário do Táxi, nada tem a ver com este post, digo eu. O estilo dele é o do marketing de guerrilha. Vai dando dicas como quem faz "arte urbana".

Inez Dentinho disse...

Querido Manel,
Gostei do comentário do táxi. Não necessariamente patriótico mas «manifestamente» anti-burguês» e cheio de graça. Porquê aquela perna Taxi?